Seu blog de saúde, beleza e longevidade saudável

TDAH: como lidar com este transtorno – Entrevista Consolação Oliveira

O convidado especial do programa “Consolação e Você” Dr. Renato Pacheco nos traz valiosas informações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, mais conhecido como TDAH.

Parece um assunto novo, que só foi descoberto há poucos anos, mas o TDAH existe desde o século passado. O Dr. Renato Pacheco nos contou que o que trouxe este assunto à tona foram os estudos sobre o tema que cresceram muito na última década. Consequentemente, cresceu também o número de diagnósticos.

Quando um assunto é largamente discutido, também é normal que as dúvidas a respeito dele aumentem. Sendo assim, o Dr. Renato Pacheco nos explicou os seguintes pontos:

Sobre o diagnóstico da TDAH

O diagnóstico é feito a partir de análise médica. Não existem exames para detectar o TDAH.

Além disso, não existe idade ideal para diagnóstico. Normalmente a partir dos 5 anos os médicos já podem ter informações suficientes para diagnosticarem a criança, com base em seu comportamento.

Ao avaliar mães e filhos, percebe-se que existem tanto mães de filhos diagnosticados que comentam sentir maior agitação do filho no ventre, como adultos que são diagnosticados e sentem-se aliviados por saberem finalmente a razão de suas dificuldades.

Portanto, ao perceber qualquer comportamento diferente do filho, buscar orientação é o melhor a ser feito.

Quais as características de quem possui TDAH

Este transtorno deixa as pessoas com maior agitação, impulsividade, desatenção, sono ruim, ansiedade, entre outros sintomas.

Cada paciente reage de uma maneira. Uns possuem maior dificuldade de leitura, enquanto outros não conseguem se concentrar somente numa atividade. Cada caso é um e deve ser tratado com os profissionais adequados, que incluem o médico, uma psicopedagoga, fonoaudióloga, etc.

O Dr. Renato Pacheco ressaltou que o TDAH não influencia na inteligência do paciente. Todos possuem sim bastante inteligência, o que acontece é que seu comportamento acaba influenciando negativamente seu aprendizado.

Como as escolas e os pais devem lidar com o TDAH

Este assunto deve ser incluído no dia a dia das crianças, tanto na prevenção de bullying quanto na pedagogia escolar. Os professores devem ser orientados a ensinar o aluno com TDAH da maneira na qual ele está mais apto a aprender.

Já os pais, devem sempre trabalhar com o reforço positivo. Procurar elogiar sempre e buscar orientações para que a condição do seu filho não traga prejuízos escolares e sociais.

Quais os melhores tratamentos para TDAH?

Devido à particularidade de cada paciente, é recomendado que após o diagnóstico, os médicos e profissionais mais adequados ao caso sejam acionados.

A atividade física é também muito recomendada.

A medicação é também é recomendada, mas deve ser feita neste contexto geral de tratamento e não isoladamente.

O TDAH é um transtorno que tem tratamento, e o paciente pode levar uma vida normal.

 

Leia também sobre Gravidez da adolescência

Leia também sobre Fibromialgia

 

Link de compartilhamento: http://bit.ly/2yqMoYy

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Dra. Consolação Oliveira

Médica CRM 51132

Minha missão é ajudar as pessoas, com meus conhecimentos e experiência sobre medicina, saúde e longevidade.

Contatos

Fechar Menu