Seu blog de saúde, beleza e longevidade saudável

Ressaca: 10 dicas de ouro para curar rapidamente

Afinal é possível curar a ressaca? Descubra agora dicas poderosas para te ajudar a aliviar este mal estar.

Fim de ano passou, férias chegaram e neste período do ano de muitas festividades costumamos ingerir mais álcool do que de costume.

Se você bebe pouco, talvez não precise de aplicar estas dicas, mas com certeza você tem um parente ou amigo que exagera na dose e pode precisar destes valiosos ensinamentos. Por isso compartilhe este vídeo com todos que precisam aprender um pouco mais sobre o assunto!

Se você exagerou na dose, aprenda agora o que fazer para trazer de volta o seu bem estar e também para prevenir a ressaca no futuro.

Quando bebemos uma ou poucas doses não há tendência para ressaca. Mas se você toma muitas doses e mistura bebidas você já possui mais chances de sofrer as consequências no organismo.

As fases do álcool no organismo

O álcool causa uma irritação gástrica no organismo que ocorre em algumas fases:

  1. Fase do palhaço – Na primeira fase a pessoa torna-se engraçada, faz piadas, torna-se o centro das atenções e da diversão.
  2. Fase do leão – Na segunda fase, a pessoa tende a enrolar a língua, fica chorosa ou irritadiça com facilidade
  3. Fase do porco – Na terceira e última fase a pessoa sente náuseas, tem vômito e pode até cair no chão. Esta fase demanda cuidados pois a pessoa pode inclusive ter coma alcoólico.

O que sentimos quando bebemos muito?

Ao ingerir bebida alcóolica, o hormônio anti diurético fica bloqueado e por isso é comum ir muitas vezes ao banheiro.

Quando a pessoa urina mais que de costume, o corpo se desidrata mais rápido e facilita a ressaca.

Além disso, o álcool se transforma em ceto-aldeído e causa inflamação no corpo.

Outros sintomas comuns são: dor de cabeça, enxaqueca, dor no estômago, enjoo, boca seca, sede e amnésia.

O que fazer quando você está de ressaca.

Dica 1– Ingerir alimentos com gorduras boas, como azeite ou castanha do pará. A gordura forma uma camada protetora no estômago, protegendo-o das agressões do excesso de álcool.

Dica 2– Não se esqueça de tomar água antes, durante e depois do consumo de álcool

Dica 3– Tome um suco detox pela manhã, após tomar álcool. Adicione em seu suco água de coco, couve, gengibre, maçã, abacaxi, morango, entre outros.

Dica 4– Tome 4 colheres de mel durante o dia. O açúcar do mel aumenta sua energia e melhora seu metabolismo

Dica 5Alimente-se de forma leve ao longo do dia. Tome uma sopa de legumes ou uma canja e coma legumes e frutas.

Dica 6– Se a enxaqueca persistir, evite paracetamol e ácido acetil-salicílico (AAS). Caso precise de analgésicos, tome dipirona a cada 6 horas.

Dica 7– Tome água com limão. Dois copos já ajudam na enxaqueca.

Dica 8Descanse bastante. Durma por um período mais extenso para o corpo se recuperar.

Dica 9– Tome chá de espinheira santa. A erva é conhecida por proteger mucosas e normalizar funções gastro-intestinais.

Dica 10– Se nenhuma das dicas anteriores melhorar seu bem estar, procure um médico.

“Compartilhe estas dicas com um parente que gosta de beber muito. Ele vai te agradecer!”

Link para compartilhamento encurtado: http://bit.ly/2Dbuo3M

 

Deixe uma resposta

Dra. Consolação Oliveira

Dra. Consolação Oliveira

Médica Nutróloga, especialista em dermatologia e fisiologia hormonal com foco em longevidade.

Minha missão é ajudar as pessoas, com meus conhecimentos e experiência sobre medicina, saúde e longevidade.

Contatos

  • Pça. Pimentel Duarte, 25
    Sl. 108 - Conselheiro Lafaiete MG - CEP: 36400-000
Fechar Menu
Inscreva-se em nosso canal do YouTube
Não vá embora sem se inscrever em nosso canal