Seu blog de saúde, beleza e longevidade saudável

Compulsão Alimentar: 5 dicas de tratamentos

Aprenda agora como controlar e vencer a compulsão alimentar e recuperar sua autoestima com dicas simples e eficazes da Dra. Consolação Oliveira.

Você sabia que a oferta de alimentos hoje é muito maior do que no século passado? E que isso esconde um grande risco?

Sabe qual o perigo por trás disso tudo?

A qualidade dos alimentos caiu muito à medida em que a oferta aumentou. O problema da maior oferta de alimentos é que, quanto maior a oferta, maior a procura e isso nos induz a comer mais, mesmo sem necessidade.

E não para por aí.

Hoje, os alimentos são ricos em altas taxas de açúcares que ficam escondidos na tabela nutricional sob os seguintes nomes: xarope de milho, frutose, açúcar invertido, melaço, sacarose maltose, maltodextrina, entre muitos outros.

Ou seja, você pensa que está consumindo um alimento nutritivo, mas na realidade não está.

Por que a compulsão é direcionada aos alimentos mais calóricos?

Normalmente a compulsão chega à vida do paciente quando ele vive um momento de decepção, depressão e qualquer dificuldade em alguma área da vida.

Para “compensar” as dificuldades, o cérebro busca fontes de prazer alternativos e a comida é o mais simples e rápido.

Alimentos ricos em açúcares e carboidratos simples liberam substâncias que ativam a sensação de prazer: o hormônio dopamina – responsável pela nossa sensação de felicidade.

Ou seja, ao ingerir estes alimentos, a sensação de prazer é imediata e isto favorece a compulsão.

Identificando o quadro de compulsão alimentar:

Em primeiro lugar, a compulsão alimentar não é comer demais numa festa ou num final de semana. Ela caracteriza-se por comer muito mais que o necessário, mesmo sem fome ou até comer escondido por sentir vergonha. O paciente tende a comer até sentir um desconforto devido ao excesso.

Existe também a compulsão alimentar noturna: pessoas que levantam à noite para ingerir biscoitos recheados, pizzas, doces, ou seja, alimentos com altas taxas de carboidratos e açúcares, tudo em grande quantidade.

Você sabe onde se encontra o perigo?

Além da refeição ser nutricionalmente ruim, as pessoas comem muito rápido. A velocidade ao comer acabam tornando-as insaciáveis, porque elas comem muito mais do que necessitam.

E o problema não para por aí.

O que acontece com pessoas com compulsão alimentar e ansiedade

A compulsão leva pessoas a comerem até 6000 kcal num dia, quando o normal é de 1500 a 2500 kcal.

Sabe o que acontece com o excesso? Vira gordura e sobrepeso.

E o pior é que o paciente também sofre com a culpa. E este é o início do ciclo vicioso:

Tristeza leva a comer mais, que leva ao aumento de peso, que leva à culpa, que leva à tristeza, que leva a comer mais…..e por aí vai.

Como controlar a compulsão alimentar

1. Faça atividades que tragam prazer e alegria

Responda a seguinte pergunta: o que traz alegria para sua vida?

Uma alternativa simples e viável é buscar atividades que tragam prazer ao longo do dia.

Algumas pessoas gostam de dançar, outras gostam de pedalar, outras gostam de fazer yoga, outras preferem atividades ao ar livre e em grupo.

O importante é: busque atividades que te tragam realização pessoal e prazer e foque em acrescentá-las na sua rotina diária.

O prazer gerado diminui a vontade de comer e prolonga seus momentos de alegria.

E não é só isso.

2. Fuja das armadilhas

Fuja das armadilhas: abasteça a geladeira com alimentos saudáveis, para evitar cair em tentação.

3. Faça refeições mais nutritivas

Comer melhor é mais importante que comer menos. O equilíbrio nutricional proporciona mais bem-estar ao corpo e ao cérebro.

4. Tenha horários certos para comer

Se você organiza sua rotina fica mais difícil sair da programação.

Tenha horários para as refeições principais e evite chegar a elas com muita fome. Se necessário faça lanches nos intervalos.

5. Busque suplementos naturais

Dica de ouro: para driblar a compulsão por doces, tome 5htp. A substância é convertida em serotonina e libera o hormônio do prazer. Se a sua compulsão é por comidas salgadas, tome tirosina para diminuir a compulsão.

Vale lembrar que os suplementos devem ser recomendados por profissionais da área da saúde.

Conclusão

Inserindo novos hábitos em sua rotina a chance de você diminuir os sintomas da compulsão alimentar é grande.

Além disso, é muito importante ter o acompanhamento de um nutricionista em todas as etapas do seu tratamento.

Caso você ainda sinta dificuldades, procure seu médico de confiança para que ele recomende medicamentos para controlar a compulsão alimentar, se necessário.

Cuida da sua saúde, ela é seu bem mais precioso!

Leia mais sobre retenção de líquidos.

Leia mais sobre obesidade sarcopênica

 

Deixe uma resposta

Dra. Consolação Oliveira

Dra. Consolação Oliveira

Médica Nutróloga, especialista em dermatologia e fisiologia hormonal com foco em longevidade.

Minha missão é ajudar as pessoas, com meus conhecimentos e experiência sobre medicina, saúde e longevidade.

Contatos

  • Pça. Pimentel Duarte, 25
    Sl. 108 - Conselheiro Lafaiete MG - CEP: 36400-000
Fechar Menu
Inscreva-se em nosso canal do YouTube
Não vá embora sem se inscrever em nosso canal